•  
 
 
 
 
NPJ do Guarujá realiza pesquisa sobre exame da OAB
SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MARÇO DE 2013
 
 
O Núcleo de Prática Jurídica – NPJ da Faculdade do Guarujá – FAGU, através do professor Nelson Speranza Filho e de seus monitores na disciplina de Prática Jurídica Trabalhista, Francisco Edson Tavares e Ivone Soares do Nascimento, realizou pesquisa com o objetivo de traçar um padrão na realização da prova da OAB organizado pela banca examinadora da Fundação Getúlio Vargas - FGV, visando aprimorar as estratégias de aprendizado das matérias mais cobradas.
 
Tal estudo envolveu todos os Exames de Ordem organizados pela citada Banca (2010.2 ao IX Exame de Ordem Unificado), consistindo na coleta de dados quantitativos sobre quais as peças prático-profissionais cobradas na 2ª Fase na área de Direito do Trabalho.
 
De acordo com os resultados, somente foram cobradas duas espécies de peças prático-profissionais: contestação e recurso ordinário. A proporção da incidência destas na 2ª Fase de Direito do Trabalho do Exame de Ordem está exposta no gráfico abaixo.
 
A pesquisa revelou ainda que a FGV costuma distribuir de forma bastante equilibrada (quase que 50% para cada disciplina), as questões referentes às matérias de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.
 
Vale ressaltar que tal pesquisa não visa, de forma alguma, dar prognósticos em relação ao Exame de Ordem elaborado pela FGV, mas sim apenas traçar um estudo sobre o comportamento da banca avaliadora a fim de aperfeiçoar o aprendizado para tão importante prova para os alunos do curso de Direito.
 
Diante dessas informações, o corpo docente da IES pode intensificar o estudo de tais matérias, de forma que os alunos possuam um conhecimento mais amplo e aprofundado sobre as peças práticas mais cobradas na prova, maximizando as chances de aprovação.
 
 


 
 
 
 
UNIESP Solidária Biblioteca/
Publicações
TV UNIESP Rádio UNIESP Inclusão
com Arte
Projeto Ambiental EAD Notícias Imprensa Trabalhe
Conosco